22 de jul de 2010

Carta aos Tímidos

Autor: Luiz Fernando Veríssimo

"Como um tímido veterano, acho que: já posso dar alguns conselhos às novas gerações de envergonhados, jovens que estão recém descobrindo o martírio de ter de enfrentar este terror, os outros, e se lançando na grande aventura: que é se impor, se fazer ouvir, ter amigos, namorar, procriar e, enfim, viver, quando o que preferia era ficar quieto em : casa. Ou, de preferência, no útero.

Para começar, algumas coisas que não: funcionam. Tentei todas e não deram certo. Decorar frase, por exemplo. Já fui com uma frase pronta para impressionar a menina e na hora saiu "Teus marilus verdes são como dois olhos, lagoa".

Também resista à tentação de assumir um ar superior e dar a impressão de que você não é tímido, é misterioso. Eu sou do tempo em que a gente usava chaveiro com correntinha (além de tope e topete, tope de gravata enorme e topete duro de Gumex) e ficava girando a correntinha no dedo enquanto examinava as garotas na saída das matinês (eu sou: do tempo das saídas de matinês). Um dia deu certo, a garota veio falar comigo ou ver de perto o que mantinha o topete em pé, foi atingida pela hélice da correntinha e saiu furiosa. Melhor, porque eu não tinha nenhuma fala pronta que correspondesse à pose.

Evite, claro, as manobras calhordas. Como identificar alguém tão tímido quanto você no grupo e quando alguém, por sacanagem, lhe pedir um discurso, passar a palavra imediatamente para ele. O mínimo que um tímido espera de outro é solidariedade. E não há momento mais temido na vida de um tímido do que quando lhe passam a palavra.

Tente se convencer de que você não é o alvo de todos os olhares e de todas as expectativas de vexame quando entra em qualquer recinto. No fundo, a timidez é uma forma extrema de vaidade, pois é a certeza de que, onde o tímido estiver, ele é o centro das atenções, o que torna quase inevitável que errará a cadeira e sentará no chão, ou no colo da anfitriã. Convença-se: o mundo não está só esperando para ver qual é a próxima que você vai aprontar. E mire-se no meu exemplo. Depois que aposentei a correntinha e (suspiro) perdi o topete, namorei, procriei, fiz amigos, vivi e hoje até faço palestras, ou coisas bem parecidas. Mesmo com o secreto e permanente desejo, é verdade, de estar quieto em casa".


Se tem uma coisa difícil de vencer na adolescência é a tal da timidez.

Não sei porque, mas a gente sente tanta vergonha das coisas...

O pior é que o professor de ciências sempre acha de passar trabalho pra gente apresentar lá na frente. Parece até que vou dar um troço quando chego lá na frente e todo mundo olha pra minha cara esperando pra ouvir o que eu vou falar (dá logo dor de barriga... rsrsrs).

E quando estou na igreja e alguém pede para orar antes de começar a reunião (não sei você, mas o meu coração dispara, parece que vou enfartar). Por dentro fico pensando assim: "eu não, escolhe outro!" O mais engraçado é que eu oro todo dia em casa, mas na hora de orar na frente de todo mundo... Senhor, me perdoa, mas minha vontade é de desaparecer.

São tantas situações que me deixam envergonhada... se fosse listar, ninguém ia ler, de tão grande que ficaria esse post.

Apesar de ser muito difícil, é preciso vencer a timidez, pois ela nos atrapalha: nos relacionamentos com as pessoas, no desenvolvimento espiritual, nas apresentações da escola e quando for procurar emprego, a timidez vai estragar tudo!
Se o Luiz Fernando Veríssimo, autor da carta aos tímidos, não tivesse vencido a timidez, hoje ele não seria um famoso escritor.

Vamos ver algumas coisas que a bíblia diz sobre a timidez:

* Quando Deus chamou Moisés, ele não acreditou na sua própria capacidade e ficou com vergonha de suas limitações, então colocou uma série de dificuldades para Deus.

"Respondeu-lhe o Senhor: quem fez a boca do homem? Ou quem faz o mudo ou o surdo, ou o que vê, ou o cego? Não sou eu, o Senhor?"
Êxodo 4.11.
Depois que Moisés venceu a timidez, foi tremendamente usado por Deus para libertar o povo de Israel das mãos do Faraó do Egito.

* Ao ser chamado, Jeremias também não se sentiu capaz.

... a todos a quem eu te enviar, irás; e tudo quanto eu te mandar, falarás. Não temas diante deles; porque eu sou contigo para te livrar, diz o Senhor." Jeremias 1. 4-10
Depois que Jeremias conseguiu vencer a timidez, se tornou uma bênção nas mãos de Deus.


"... Deus escolheu as coisas loucas do mundo para envergonhar os sábios e escolheu as coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes;" 1 Coríntios 1. 26-29


"Porque Deus não nos deu o espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação". II Timóteo 1:7


Algumas dicas para vencer a timidez:

1. Puxe conversa com as pessoas (converse com todos, até aqueles que você não tem muita intimidade).

2. Pare de pensar que todo mundo pensa que você é o pior.

3. Aprenda a conviver com a rejeição (até porque, na maioria das vezes é apenas coisa da sua cabeça).

4. Olhe menos pra você e mais para os outros.

5. Aceite o seu jeito de ser (não queira ser como os outros).

6. Lembre-se: todo mundo erra, todo mundo tem defeitos.


E se você não é tímido, procure ajudar os seus amigos que sofrem com esse problema, sejam uma bênção para eles incentivando-os, tendo paciência, não os colocando em situações constrangedoras, não rindo deles.
Lembre-se, eles não são antipáticos, apenas sentem vergonha.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por deixar o seu comentário!